terça-feira, fevereiro 14, 2006

Metro

A notícia de que a população de Mindelo vi cortar a linha de metro envergonha-me. Não concordo nada com o Dupont quando este diz que é uma reivindicação justa. O combóio sempre passou a ali e nunca ninguém se queixou. Os tempos de espera irão diminuir e até se construiu um parque de estacionamento. Não querem que as pessoas vão de carro para a estação? Há autocarros que podem fazer isso facilmente. Agora tentar subsidiar obras não prioritárias com fundos de outros, não é algo que eu possa estar de acordo. Preferia cortar o cruzamento da nacional 13 até que fizessem lá uma rotundaou abrissem uns semáforos e acabassem com os acidentes.
Acordo, acordo, só mesmo com a CULP:

A imagem “http://photos1.blogger.com/blogger/5841/672/1600/metro_porto.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

3 espinhos:

Anonymous Anónimo disse...

Também concordo. A bilhética do metro do Porto tem preços de um país de primeiro mundo e o serviço, tirando o aspecto futurista dos veículos, é de terceiro mundo. Alguém que um dia me explique a lógica das estações, muito bonitas mas com uma funcionalidade nula!
El_gordo

1:09 da manhã  
Anonymous Dupont disse...

Atenção, Miguel, que a justa reivindicação a que me referia não tem nada a ver com a justeza da acção anunciada.

10:55 da manhã  
Blogger MT disse...

Claro, Dupont, eu percebi isso! E quando disse que não concordava era com ambas as questões, da justeza da acção nem preciso de falar, quanto à reivindicação, não penso que seja algo prioritário e essencial para o futuro de mindelo, até porque existem alternativas a essa proposta. Em tempo oportuno explicarei quais as alternativas.

1:31 da tarde  

Enviar um comentário

<< Atrás