sexta-feira, dezembro 01, 2006

Terras do Ave

Hoje inicia-se uma nova fase na vida no jornal e na vida do meu espaço de colaboração. A partir de agora a minha habitual crónica passa a chamar-se Rio Tinto e será complementada neste blogue com o espaço Rio Torto.

Rio Torto





Rio Tinto

Artigo Publicado no Terras do Ave

Ena Pá! Isto Está Diferente!!

Dia 1 de Dezembro. Para uns é o dia ideal para empurrar pessoas do primeiro andar, para outros é o dia de revolucionar um jornal. Embora não querendo tirar mérito aos que empurram pessoas do primeiro andar para nos livrarmos (provisoriamente) dos espanhóis, há que dizer que revolucionar um jornal é muito mais difícil. A começar pelo tipo de letra. Antigamente este texto estava reduzido a uns caracteres insípidos e agora brilha tanto que até parece melhorzinho em termos de conteúdo. Já repararam quanto tempo devem ter perdido para encontrar um tipo de letra capaz de tornar o meu texto lustroso? Escrevo cá há quase dois anos, por isso já devem imaginar...
Depois, em vez de ser uma coluna desfeita em colunas, agora está aqui tudo direitinho, lê-se de cima a baixo sem o sobe e desce de uma montanha russa. E aqui ao lado até tem um parágrafo destacado como se eu fosse gente importante! Diria mais, se os meus textos não fossem fraquitos até se podia pensar: “Ena Pá!! Isto até dá gosto ler!!”. Melhor, melhor só mesmo o texto falar algo como “Mama! quiero ser como tu!” quando se apertasse na barriga das palavras. Isto é impossível porque as palavras não têm barriga, se tivessem, o Terras do Ave estava pronto para surpreender ainda mais.
Como não quis perder o comboio da modernidade (mesmo tendo eu 25 anos e a dificuldade de acompanhar as novas tecnologias típica da minha idade), decidi inovar. Para começar um título para o meu espaço: Rio Tinto. Um dois em um: Por um lado aquela freguesia que eu tanto admiro (ler o meu texto da edição de 15/10), por outro uma grande homenagem à cor da água do Rio Ave para a próxima Primavera/Verão. Para finalizar, no dia em que sair o jornal aparecerá um complemento a esta crónica no blogue http://ouricocacheiro.blogspot.com. Pode ser um vídeo, uma faixa áudio ou um gelado de framboesa, dependendo do tema. Não sei se resultará, mas sempre posso fingir que consigo acompanhar o PREC do Terras do Ave.

3 espinhos:

Blogger bravosdomindelo disse...

ouvi dizer que o teu video mostra (parcialmente) cenas de baguim do monte e nao de rio tinto. acho que o pessoal vai-te fazer uma espera...

12:10 da manhã  
Blogger MT disse...

É de facto verdade e propositado. O meu filme é sobre a cidade de Rio Tinto e não sobre a freguesia de Rio Tinto. A cidade de Rio Tinto é constituida por 2 freguesias, Rio Tinto e Baguim sendo o nome verdadeiro desta Baguim do Monte (Rio Tinto). Foi uma opção pelo verdadeiro alcance da AMRT(Área Metropolitana de Rio Tinto).

2:07 da tarde  
Blogger bravosdomindelo disse...

:)))

11:56 da tarde  

Enviar um comentário

<< Atrás