quarta-feira, outubro 19, 2005

Peseiro



José Peseiro nem é mau treinador, tem um sistema táctico moderno, é trabalhador e competente. Por vezes inventa um bocado, mas nem todos se chamam Deus, ou melhor, Mourinho.
O problema de Peseiro, e que o coloca a anos luz de Deus é o jogo psicológico. Por um lado não tem mão no balneário, por outro não tem mão na imprensa. Por isso o melhor que devia fazer era juntar essas duas mãos e rezar a Deus para que este lhe dissesse alguma coisa. Já ouvi Peseiro dizer antes do jogo do Nacional que "O Sporting nunca ganhou ao Nacional desde que eles regressaram à Primeira Divisão e portanto vai ser muito difícil vencer ". É assim que se motiva uma equipa? Com declarações destas os 11 neurónios que entraram em campo já estavam de tal maneira desmotivados que nunca poderiam vencer o jogo. E agora dizer que o jogo da Académica era dificílimo porque estavam todos em baixo psicologicamente, era uma declaração de despedida e de inépcia psicológica.
Amén.

2 espinhos:

Anonymous espinho vermelho disse...

Já não me recordo se o guarda-redes que jogou foi o Ricardo...se foi, aqui fica a minha pergunta: qual é o jogador que tinha 2 neurónios?

6:31 da tarde  
Blogger MT disse...

Era o Nelson o titular!

7:26 da tarde  

Enviar um comentário

<< Atrás